sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Anybory hear me? II

Alguém por aí? 

Viva...
ou quase...
ou será?

Voltando.

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Saudade da Joana

Um pouquinho da Joana, para matar a saudade.





Ser Mãe

"SER MÃE...




Caminhava com a minha filha de 4 anos, quando ela apanhou qualquer coisa do chão e ia por na boca.

Expliquei a ela para nunca fazer isso.

- Mas porquê? - perguntou ela.

Respondi que se estava no chão estava sujo, cheio de micróbios que causam doenças.

Nesse momento, minha filha olhou-me com admiração e perguntou:

- Mamãe, como você sabe tudo isso? Você é tão inteligente!

Rapidamente refleti, e respondi-lhe:

- Todas as mamães sabem estas coisas. Quando alguém quer ser mamãe, tem que fazer um grande teste e tem que saber todas estas coisas, senão, não pode ser mamãe.

Caminhamos em silêncio cerca de 2, 3 minutos.

Vi que ela pensava ainda sobre o assunto e de repente disse:

- Ah, já entendi. Se vc não tivesse passado no teste, você seria o papai!

- Exatamente! - respondi com um enorme sorriso."








O texto não é meu, e isso não aconteceu comigo (mas bem que
poderia rsrs), recebi por e-mail de uma amiga e me acabei de rir (tá, em alguns dias, quando estou mais passada que em outros, acho graça de quase tudo, mas é bom ou não é?!)

* Então... voltei (ou quase). Sei que sumi do blog por quase dois anos. Muitas coisas aconteceram e pretendo fazer um post sobre o assunto, mas não hoje. Aos meus dois ou três leitores, se é que ainda estão por aí, não ocorreu nada grave, só coisas da vida, o de sempre. Mas hoje queria postar algo que os fizessem rir. Volto em breve :)


quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Quase de volta

Viva... e forte!
De volta em breve...


segunda-feira, 30 de agosto de 2010

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Feliz 2010!!!

Ainda é tempo de desejar um Feliz 2010 a todos!! Então...


"Quem teve a idéia de cortar o tempo em fatias, a que se deu o nome de ano, foi um indivíduo genial. Industrializou a esperança fazendo-a funcionar no limite da exaustão.Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos. Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez com outro número e outra vontade de acreditar que daqui para adiante vai ser diferente. Para você ,desejo o sonho realizado. O amor esperado. A esperança renovada. Para você, desejo todas as cores desta vida.Todas as alegrias que puder sorrir. Todas as músicas que puder emocionar. Para você neste novo ano desejo que os amigos sejam cúmplices. Que sua família esteja mais unida. Que sua vida seja mais bem vivida. Gostaria de lhe desejar tantas coisas.. Mas nada seria suficiente para repassar o que realmente desejo a você. Então, desejo apenas que você tenha muitos desejos. Desejos grandes e que eles possam te mover a cada minuto, ao rumo da sua felicidade."

(Carlos Drummond de Andrade)


quinta-feira, 24 de dezembro de 2009